Quarta-feira, 3 de Setembro de 2008

PÓS-FÉRIAS... DO DESERTO

De regresso, após um curto tempo de descanso no meio das areias quentes do deserto (à sombra encontram-se uns bons 50 graus e à noite, o melhor lugar para estar é a piscina do hotel) e por terras do profeta Maomé onde o calor nos faz ter "miragens" de oásis perdidos no nada e que afinal nada são, partilho esta fábula interessante...

Muitas vezes o nosso esforço e sinceridade ou opção pela verdade encontram dificuldades em combater a dissimulação e a mentira... muitas vezes o nosso esforço no trabalho, o nosso vestir a camisola, são gotas de suor (e lágrimas) que outros não partilham por uma questão de comodismo (conhecido também por incapacidade humana de não conseguir fazer melhor ou vulgarmente designado por burrice).

Este tempo de "deserto" fez-me também ouvir o silencio, pensar nos "oásis de vida" que tenho feito e descoberto... afinal, à semelhança da fábula,  hà sempre alguns "animais"  que cruzam a nossa vida mas que não valem o esforço do nosso trabalho para fazer pão, com verdade e dedicação... fica ao vosso critério a opção da "galinha"... a minha é bem diferente... aliás é, continuar em frente!

Cá vai a fábula.. um abraço a todos.

 

Uma galinha encontrou uns grãos de trigo e disse aos vizinhos:

- Se plantarmos estes grãos teremos pão para comer. Alguém me pode ajudar a plantar estes grãos?

- Estás parva, disse a vaca!

- Eu estou muito ocupado com o meu discurso no congresso, disse o pato.

- Eu não tenho tempo, respondeu o porco.

- E eu muito menos, atalhou o carneiro.

- Então eu mesma planto, disse e galinha...

O trigo cresceu alto e rapidamente amadureceu com graos dourados.

- Quem me vai ajudar a colher os grãos, indagou a galinha.

- Eu não, respondeu o carneiro, já tenho um rendimento mínimo garantido.

- Eu também não pois arrisco-me a perder o meu subsídio de desemprego, retorquiu o porco.

- Não faz parte das minhas funções, respondeu o pato, mas se pagares alguma coisinha por fora...

- Eu nao posso também pois já tenho muitos anos de serviço, respondeu a vaca.

- Não ha problema, respondeu a galinha, eu mesma trato do assunto.

E assim fez... chegada a hora de moer, amassar e cozer a farinha, a galinha perguntou de novo:

- E agora, alguém me ajuda a meter a massa no forno?

- Eu não posso, disse o pato, ganho mais a discursar e a contar umas historinhas.

- Eu também não, atalhou o porco, pois não posso sujar as minhas patas delicadas.

- Não contes comigo, resmungou o carneiro, estou habituado a ir atrás dos outros.

- Eu só posso se me pagares horas extra, respondeu a vaca. 

- Ok, Ok, disse a galinha, eu mesma faço.

E com alguma dificuldade e uma ou outra pena chamuscada, a galinha cozeu 5 magnificos pães e colocou-os num cesto para que todos pudessem ver. Mas de súbito, toda a bicharada ficou faminta e pediu um bocado de pão

- Nem pensar, respondia a galinha, vou comê-los todos sózinha...

- Está a dar uma de chefe idiota, respondeu o carneiro.

- Todos temos direitos iguais sua galinha racista, respondeu o pato.

- Fez alguma coisa de bom e não partilha com os outros a egoista, respondeu a vaca.

- Havias de te entalar com os pães só porque pensas que tens direitos diferentes, grunhiu o porco.

E muitas outras coisas - que não se podem descrever aqui - disseram da galinha, indo mesmo ao extremo de a difamar perante o dono da capoeira que chamado ao local para ajuizar "de orelhas quentes" sobre a atitude da galinha.

- Não me parece que estejas a proceder bem, disse o dono da capoeira à galinha, as coisas que os teus amigos te acusam são graves e demonstram a tua falta de verdade e de compreensão.

A galinha argumentou que lhes tinha pedido ajuda mas em vão, que tinha feito o pão com o seu suor... o dono mostrou-se irredutível.

- Tu apenas tiveste a livre iniciativa de o fazer é é por isso que, para haver paz e igualdade, deve ser partilhado com todos.

A galinha assim fez e conta-se que na capoeira houve festa nesse dia e todos viveram felizes para sempre....

Uma pequena coisa apenas mudou.... a galinha nunca mais fez pão!!!

 

ppp do Paulo às 23:52
| comentários ao ppp...
|
3 comentários:
De Filipa Sousa a 8 de Setembro de 2008 às 15:47
Olá. Já há mt tempo q n lia os teus textos,continuam brilhantes como estrelas cintilantes num bonito céu de Verão quente.Entao nessa piscina do hotel ainda deveria ser melhor.... Continua a escrever assim.e a seres como és [(sincero)].. P.S.-Também sei escrever mt bem.Se precisares de uma ajudinha.Contacta-me... P.S.*-Eu sei mt bem qem es, mas tu nuca vais saber q eu sou..
De RC a 10 de Setembro de 2008 às 01:23
historia linda e bem engendrada à tua boa maneira. paulinho mais uma patada de quem provavelmente nao merece o teu suor e trabalho. acredito e sei que continuaras em frente e, por favor, esquece quem nada vale e alem de burro tem inveja de nao fazer melhor que tu. um abraço grande grande desde NY para ti com força e muia amizade positiva
RC
De Patrícia a 12 de Dezembro de 2008 às 16:27
Olá Paulo, notícias neste blog...olha que o pessoal está mal habituado!
Isso é tudo trabalho?
Um Beijinho

deixe aqui o seu ppp...

quem sou...

pesquisa no ppp...

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

ppp's recentes...

BOAS FESTAS... FELIZ NATA...

BENÇÃO DO PAPA FRANCISCO

PARTIU UM AMIGO DE QUATRO...

O VESTIDO VERDE

CANTO DAS JANEIRAS SOLIDÁ...

MENSAGEM DE NATAL 2012

FERRAMENTAS DE VIDA...

NOTÍCIA PUBLICADA NO JORN...

PRESENTES DE VIDA

O TEMPERO DA VIDA

FUNILICES

UM PADRE DE ENERGIA

ppp's arquivados...

Dezembro 2015

Junho 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

outros ppp's

o seu ppp está perto de...