Sexta-feira, 23 de Dezembro de 2011

BOAS FESTAS 2011

 
Recomeça....
Se puderes
Sem angústia
E sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,
Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar e vendo
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças...
 
Miguel Torga
Quinta-feira, 1 de Dezembro de 2011

CHIADEIRAS...

No meio de tantos barulhos e zumbidos incomodativos vindos de todos os lados que nestes últimos tempos ouvimos, difícil será encontrar um momento de silêncio onde não se ouçam estes “chiares” incomodativos que às vezes tolhem os sentidos! Ou é a televisão, ou é a rádio, ou são os jornais, ou até algumas pessoas que se julgam feitas de outra matéria diferente da dos comuns mortais e, por conseguinte, detentoras das verdades de facto e até das de fé (…) parece que vivemos num tempo de fundamentalismos em que se esqueceu a essência humana, onde a palavra direito e dever trocaram de lugar e onde até o maior mandamento que da fé aprendemos parece estar de braços cruzados mas, no entanto, tal como acontece a quem quer que entre na Capela do Monte Pedral, encontrará (sempre) um Jesus silencioso e, de braços abertos, pregado na cruz e se olharmos para o altar do lado esquerdo, encontramos o mesmo Jesus - agora ressuscitado - mas, da mesma forma, em silêncio e de braços abertos…

 

Na aldeia dos meus avós e dos meus pais vivia-se exclusivamente da agricultura. Quando era pequenito, as férias grandes eram

passadas naquela paisagem tranquila entre o cheiro a feno, o apanhar grilos e o andar descalço em cima dos terrões que o arado deixava para trás durante a arranca das batatas… ao meio dia parava-se de trabalhar para comer - num prato grande de onde todos comiam - as batatas cozidas com rojões, regadas com pingue que eram trazidas num cabaz adornado com uma toalha de linho branquinha e o tradicional pipinho… ao entardecer, o silencio da aldeia era entrecortado por um chiar quase constante e incomodativo… lembro-me que muitas vezes ia para a janela da sala dos meus avós e punha-me a ver ao longe os carros de bois que iam e vinham numa constante azáfama. Um dia perguntei ao meu avô qual a razão dos carros de bois chiarem tanto e ainda hoje me lembro da explicação simples mas sábia que me deu: dizia ele que os carros de bois só chiavam quando iam vazios porque quando iam carregados (de coisas boas) como os sacos de batatas, não chiavam!

 

As palavras simples do meu avô poderão ser a resposta para muitos desses “chiares” que teimam em interromper a paz do nosso silêncio pois ainda há (e haverá) momentos e pessoas no mundo assim: quanto mais vazias são ou andam, mais chiam!

Durante o tempo de Natal que vamos viver – com mais ou com menos abundância, em família ou no íntimo do nosso coração – saibamos compreender a mensagem que emana do presépio onde a figura central continua a ser esse mesmo Jesus – agora menino – que permanece de braços abertos, em
silêncio e que há mais de dois mil anos nos anda a tentar dizer que a solução para todos nossos problemas é, simplesmente, silêncio e amor! Basta apenas que consigamos abstrair-nos das chiadeiras do dia a dia!

Boas festas para todos. 

 

Paulo / Dezembro de 2011   

ppp do Paulo às 01:49
| comentários ao ppp...
|

quem sou...

pesquisa no ppp...

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

ppp's recentes...

BOAS FESTAS... FELIZ NATA...

BENÇÃO DO PAPA FRANCISCO

PARTIU UM AMIGO DE QUATRO...

O VESTIDO VERDE

CANTO DAS JANEIRAS SOLIDÁ...

MENSAGEM DE NATAL 2012

FERRAMENTAS DE VIDA...

NOTÍCIA PUBLICADA NO JORN...

PRESENTES DE VIDA

O TEMPERO DA VIDA

FUNILICES

UM PADRE DE ENERGIA

ppp's arquivados...

Dezembro 2015

Junho 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

outros ppp's

o seu ppp está perto de...