Terça-feira, 5 de Setembro de 2006

ABÓBORAS

Depois das férias que, desejo, tenham sido profíquas em descanso e revitalização eis-nos regressados ao trabalho e à habitual ordem da vida activa diária...
O meu tempo de férias, apesar de descansado e revitalizante, foi algo atribulado pois dias antes de o iniciar fui “brindado” com algumas coisas desagradáveis desde um pequeno acidente com a viatura de trabalho, uma avaria no meu automóvel, a perda da carteira com alguns documentos e cartões, a perda da mala no aeroporto, o desmarcar de uma outra viagem... foram tantos os azares que francamente confesso ter ficado cismado a pensar o que quereria dizer tanta desordem seguida e que mais valia não ter saído de casa! Ainda pensei “ir à bruxa” mas como eu não acredito nessas coisas e não conheço nenhuma senhora (ou senhor) que de facto exerça essa actividade, aproveitei o melhor que soube o tempo de férias com algumas limitações e tentei esqueçer estas desordens, esperando por melhores dias... Na verdade, aprendi que é nos momentos de algum descontentamento, que facilmente enfatizamos de tal forma o infortúnio da perda e da desordem que acabamos valorizando por demais as coisas que têm um valor relativo e consequentemente esquecemos que no essencial, será talvez dessa desordem que, mais cedo ou mais tarde – dependendo de cada um – retornará a ordem e que tudo não passou, talvez, de uma prova à nossa paciencia...

 
Conta-se que um cocheiro conduzia uma carroça cheia de abóboras. A cada solavanco que a carroça dava, ele olhava para trás e via que as abóboras ficavam todas desarrumadas e tinha perdido uma ou outra... Insatisfeito, ele parava a carroça, descia e colocava-as novamente no lugar. Pouco depois reiniciava sua viagem... lá vinha outro solavanco e tudo se desarrumava de novo...
O homem, cismado e desanimado, dizia:
- Nunca mais vou conseguir terminar minha viagem. É impossível conduzir nesta estrada de terra, conservando as abóboras arrumadas e sem perder nenhuma!
Enquanto assim ia dizendo, passou à sua frente uma outra carroça cheia de abóboras e ele reparou que o cocheiro seguia sempre em frente e nem olhava para trás... uma ou outra abóbora acabava por cair da carroça, mas as outras abóboras que estavam desarrumadas organizavam-se sozinhas no próximo solavanco. Foi quando ele compreendeu que, se colocasse a carroça em movimento na direcção do local onde queria chegar, os próprios solavancos da carroça fariam com que as abóboras se acomodassem nos seus devidos lugares e, provavelmente, evitasse algumas perdas...

 
Meus caros Amigos e Amigas:

Nem todos encaramos as perdas e as desordens da mesma forma... Na verdade o valor delas é sempre pessoal e, por isso, deve ser por nós perspectivado e relativizado, pois se paramos tempo demais para pensar nos problemas, nos azares, nas incompreensões, provavelmente estaremos a perder tempo precioso na nossa viagem de vida e distanciamo-nos das nossas metas. Como diz um amigo meu, temos que saber o que é realmente importante para cada um de nós, partilhando-o com quem merece e seguindo sempre em frente, aproveitando cada momento único da vida...
Ontem, é passado... Amanhã, é futuro... e Hoje é simplesmente uma dádiva que devemos viver plenamente pois não sabemos se será o nosso último dia... Não é fácil, pois nem tudo depende de nós, mas pelo menos podemos tentar fazer um esforço nesse sentido, transformando os solavancos da vida em oportunidades para repor a ordem nas nossas “aboborinhas”.
É dificil deixar hábitos (eu que o diga com o tabaquinho), é doloroso perder alguém das nossas relações, é complicado não nos preocuparmos com os problemas dos outros... mas é possível simplesmente seguir em frente, ainda que muitas vezes na estrada da vida tenhamos que dizer em tom de desabafo:
- Ora... abóboras para isto!

Paulo/Setembro de 2006

ppp do Paulo às 00:00
| comentários ao ppp...
|
3 comentários:
De PDivulg a 6 de Setembro de 2006 às 08:38
Tens sempre o congresso em Vilar de Perdizes para encontrar algém nesse ramo de "adivinho" hehe!...
De di a 13 de Setembro de 2006 às 12:40
Há momentos assim ....

Sei que existem momentos de muitas tristezas;
Sei que existem momentos de muitos sofrimentos;
Sei que existem noites que choramos de dor;
Sei que existem dias em que somos magoados injustamente.

Nessas ocasiões, meu amigo
Experimenta bater na porta do meu coração;
O meu coração está sempre aberto
O meu ouvido está sempre pronto para ouvir
Os meus olhos possuem lágrimas para chorar contigo.

De coisas alegres não é necessário falar;
Percebo perfeitamente em seu semblante;
De coisas tristes e ruins, conte tudo para mim;
Deixa-me carregar a metade do teu corpo pesado de tristezas;
Para que juntos possamos caminhar;
Até quando a nossa amizade é permitida durar.

Daisaku Ikeda

Amigo FORÇA.... Xi gnd
De Karina a 5 de Agosto de 2007 às 19:21
Poxa, mto azar hein?

Mas olha sobre a sua mala vc achou a mala ou perdeu mesmo?

eh q eu tb perdi a minha mala hoje no aeroporto e estou com mto medo q alguem tenha pegado!

Manda-me um email a dizer o q fizeste p ter a mala novamente... se puder, eh claro! =)

karinancastro@hotmail.com

Aguardo! BjS

deixe aqui o seu ppp...

quem sou...

pesquisa no ppp...

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

ppp's recentes...

BOAS FESTAS... FELIZ NATA...

BENÇÃO DO PAPA FRANCISCO

PARTIU UM AMIGO DE QUATRO...

O VESTIDO VERDE

CANTO DAS JANEIRAS SOLIDÁ...

MENSAGEM DE NATAL 2012

FERRAMENTAS DE VIDA...

NOTÍCIA PUBLICADA NO JORN...

PRESENTES DE VIDA

O TEMPERO DA VIDA

FUNILICES

UM PADRE DE ENERGIA

ppp's arquivados...

Dezembro 2015

Junho 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

outros ppp's

o seu ppp está perto de...