Quinta-feira, 7 de Setembro de 2006

VAZIO NAS AREIAS DA PRAIA

No silêncio parei para pensar, e nas areias molhadas do mar

À noite, sentei-me um bocado…

Pela minha cara uma lágrima rolou, e sem querer ela escapou

Ao encontro do mar salgado.

 

Sinto a falta de um carinho, de um “xi-culação” apertadinho

Estremeço dia e noite com frio…

Sou um oceano de emoções, mergulhado em tradições

Que aos poucos vai ficando vazio.

 

Sempre fui homem de multidões, corri meio mundo, arrebatei corações

Semeei amores e colhi algumas inimizades…

Mas, quando parava para pensar ao tentar o desejo enganar

Confundia sempre as minhas vontades.

 

Volvidos todos estes anos de vida, descobri que tenho uma ferida

Que ás vezes sangra e me invade de dor…

E é ela que me sufoca ao falar, é ela que me tolhe ao ter de calar

E pouco a pouco me faz morrer de amor.

 

Nada fiz para a contrair, foi a vida que a fez surgir

Anunciando-se sem perigo…

Mas propagou-se pelos sentidos, deixando os meus lábios tolhidos

Num olhar, que se quis de amigo.

 

Este vazio nas areias do mar, com tanta água salgada a ondular

Confunde o palpitar do meu coração…

Mas vai inebriando os sentidos, desbloqueando alguns tolhidos

E fazendo compreender a razão.

 

Avivou esta ferida, que ao longo dos anos parecia esquecida

A determinação analista de estrangeiro e tradutor…

Era já obra de engenharia, que arquitectada com mestria

Misturava as emoções num colorido de Amor.

 

Mas penso que esta ferida crónica, de natureza lacónica

Será sempre vivida num espírito de solidão…

Pois, só ama quem se deixa amar; só tem quem aprendeu a dar

E, finalmente, só vive quem sem medos tem paixão!

Paulo/Junho de 2006

ppp do Paulo às 01:11
| comentários ao ppp...
|
4 comentários:
De PC a 7 de Setembro de 2006 às 17:50
O mesmo Paulo de sempre! Grande alma presa num corpo pequenito. Por mais que queiras nunca ficaras vazio porque sentes e tens aquilo que poucos tem. Conheço-te o suficiente e dou-te os parabéns por este poema e foi com carinho que consegui decifrar os trocadilhos da tua escrita. Vai e continua a caminhar nessas margens e um dia encontrarás com certeza uma maré grande e à tua altura :-)
Bjo
De armindog@clix.pt a 9 de Setembro de 2006 às 19:40
Às vezes é possível que a nossa vida mude continuando o caminho rotineiro que temos; mas outras vezes não há nada como experimentar rodar a nossa vida 180 graus para ver o que dá e aproveitar as novas oportunidades que vão aparecendo. Um abraço!
De di a 10 de Setembro de 2006 às 00:41
As marés podem ser altas ou
baixas, mas ... apesar de tudo ...
as ondas nunca desistem do sonho de beijar a
areia.
E elas beijam sempre...

Xiculação bem apertadinho para ti
De xanocas a 12 de Setembro de 2006 às 23:06
Olá Paulo...
ao ler os teus versos, uma frase ocorreu no meu pensamento: há mais marés que marinheiros...
por isso devemos sempre pensar que tudo se há-de resolver e que a paixão voltará...
bjos grandes
Sandra Ferreira
gosto muito de ler o teu blog

deixe aqui o seu ppp...

quem sou...

pesquisa no ppp...

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

ppp's recentes...

BOAS FESTAS... FELIZ NATA...

BENÇÃO DO PAPA FRANCISCO

PARTIU UM AMIGO DE QUATRO...

O VESTIDO VERDE

CANTO DAS JANEIRAS SOLIDÁ...

MENSAGEM DE NATAL 2012

FERRAMENTAS DE VIDA...

NOTÍCIA PUBLICADA NO JORN...

PRESENTES DE VIDA

O TEMPERO DA VIDA

FUNILICES

UM PADRE DE ENERGIA

ppp's arquivados...

Dezembro 2015

Junho 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

outros ppp's

o seu ppp está perto de...